21 de out de 2008

Prêmio Vladimir Herzog - Menção Honrosa

O Sindicato dos Jornalistas de São Paulo anunciou hoje o resultado do 4º prêmio Vladimir Herzog de Novos Talentos. Receberam Menção Honrosa: Ana Paula Herculano Garrido e Wellington Alves da Silva, alunos do 4º ano de Jornalismo da Universidade São Judas Tadeu, com ‘Homem x Mulher: uma luta acontece a cada 15 segundos no Brasil’, do Jornal Expressão. A matéria teve como orientadores o professor Sergio Sanches e a professora Iêda Santos.

O vencedor deste ano foi Renan de Carvalho Gouvêa, com ‘Bairro Lixão – esquecido pela Justiça’, do Jornal do Ônibus, da UNAERP de Ribeirão Preto. Milena Tomazini recebeu Menção Honrosa com ‘Consumismo e monocultura são vilões atuais do meio ambiente’, do Jornal do Barão, do Centro Universitário Barão de Mauá, de Ribeirão Preto.

Os jurados foram Franklin Valverde, Fabíola de Oliveira e Walmir de Medeiros Lima. Os prêmios serão entregues no auditório do Tuca -Teatro da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Rua Monte Alegre, 1024, tel.: 3670-8453), no próximo dia 27, às 19h.

Também receberão troféus e homenagens no dia os vencedores do 30º Prêmio Herzog 2008 nas categorias Foto, Artes, Internet, Jornal, Reportagem de TV, Livro-reportagem, Rádio, Revista e Documentário de TV.


Participem da Comunidade do Expressão: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=53339938


Iê...


19 de out de 2008

Sapatos enfeitiçam?

Depois de ser abordada na rua por duas garotas que queriam saber onde comprei uma sandália que estava no meu pé (uma melissa Hello lindíssima), pensei um tempão sobre fetiche/tara por sapatos. O que leva uma pessoa a ter esse fetiche – ou seria tara? - Bem, acho que não tenho. Apesar de amar comprar um novo exemplar deste acessório (e achar que não preciso de mais nenhum até o próximo inverno!). Tem algum outro motivo?
foto: autor desconhecido/google

De acordo com o dicionário Houaiss, fetiche quer dizer “objeto a que se atribui poder sobrenatural ou mágico e se presta culto” e tara significa “desequilibrar-se mentalmente; enlouquecer; gostar muito; adorar; desejar de forma ardente”. Então, as duas palavras servem para dizer que se ama sapatos, se bem que eu acho mais forte dizer “sou tarada por sapatos”, apesar de ser o mais certo.

O comum é ouvir mulheres dizerem: “Tenho fetiche por sapatos”. A palavra fetiche vem de feitiço, então querem dizer que se sentem enfeitiçadas por eles. Ou querem enfeitiçar com eles. Também, pudera, qualquer um pode perceber que um calçado de salto deixa os pés mais bonitos. E quando se sabe andar bem com um desses belos saltos, atrai qualquer olhar, seja feminino ou masculino.


Costumo dizer que uso sapatos de acordo com meu humor, estresse ou objetivos. Amo vestir uma calça jeans, um blusinha básica e um belo sapato para contrastar, mas já cheguei a usar a mesma roupa, no mesmo dia, com um all-star. Verdade, um dia sai de jeans, hering branca e all-star vermelho, cheguei em casa apressada e tinha que sair para trabalhar em 10 minutos, peguei uma super sandália de salto, coloquei e fui. rs Em dias de puro cansaço, desânimo ou quando quero curtir um feriado, fim de semana ou dia comum mesmo à vontade uso rasteirinhas, tênis ou qualquer calçado que não tenha salto.


Um sapato de salto deixa calcanhares elevados e podem dar a ilusão de pernas mais bonitas, acho que é daí que vem a preferência quase unânime das mulheres. Conheço mulheres baixinhas, assim da minha altura (rs), que nunca usam tênis e sapato sem salto e mulheres altas que nunca usam salto!! Mas sempre há aquelas que gostam de variar.


Homens também gostam de vê-las com um belo salto, chama atenção de verdade. Mas não creio que eles saibam a marca, a diferença entre saltos e nem o poder que a "elevação" dos calçados tem. Na minha opinião, simplesmente são seduzidos e nem sabem que é o belo salto que contribuiu junto com todas as outras coisas, é claro, e ajudou bastante, para atrair olhares.


Tem aquelas mulheres, com certeza, que não usam para este fim. Mas se sentem poderosas com tal apetrecho nos pés. Podem ser belas, super produzidas, mas se não colocar o tal salto não se sentem bem!


Bom, precisaria de algumas entrevistas para saber como as pessoas vêem essa louca mania de gostar de sapatos de salto das mulheres, ou o que leva , como podemos chamar, a esse consumismo exagerado pelo mais apaixonante acessório de pés.


Iê...




"Toda mulher que seduzir um homem para que ele se case com ela, utilizando-se de sapatos de salto alto ou outros artifícios (...) será castigada com as penas de bruxaria"
Lei promulgada no séc. XV, pelo parlamento inglês






15 de out de 2008

Bifurcação

foto: by google

Encontrava-se numa bifurcação em sua vida.
Por esse caminho ou pelo outro. (?)
Esperado. Novo. Desconhecido.
Hesitação.
Medo.
O medo, muitas vezes, impede realizações.
Estaciona. Pára. Interrompe.
Acomoda.
Deixa a sensação de 'e se...'.
Atropela futuros!
Iê...
--------------------------------------
"Quantas vezes perdemos algo por medo de arriscar", por dar importância a opiniões alheias etc etc e tal
(li algo parecido em algum lugar, por isso a aspas; não lembro onde; mas me inspirou a escrever Bifurcação)

Vale a pena?

12 de out de 2008

Ser criança é...

Ser criança é não ter que parar e fazer pausa
É não frear o ritmo
É saber refletir
É quebrar qualquer rotina
É não ter que cumprir horários rigorosos
É saber aproveitar as férias
É ter tempo para se fazer aquilo que habitualmente não se tem tempo para fazer
É ter um cansaço diferente
Ser criança é ser feliz sem ao menos saber o porquê!
Iê...

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!




fotos/arte by google

9 de out de 2008

Coisas que a vida ensina depois dos 40

Calma, ainda não cheguei aos 40! rs Mas... em negrito estão as coisas que já aprendi com trinta e uns!!! Bem, essa é a lista do Artur Távola. Quando a li, pensei em escrever a minha lista. Logo mais coloco aqui num novo post.

foto: by Google

Amor não se implora, não se pede não se espera...Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, mandados à terra por Deus para mostrar ao homem o que é fidelidade.
Crianças aprendem com aquilo que você faz, não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.
A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar não faz de ninguém um tolo. Tolo é quem mente.
Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as lembranças acerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, são palavras mágicas, chaves que abrem portas para uma vida melhor
O amor... Ah, o amor...O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças... Não há vida decente sem amor! E é certo, quem ama, é muito amado. E vive a vida mais alegremente...

Artur da Távola

E você, quais as coisas que aprendeu com a vida até agora? Seja com vinte e uns, trinta e uns, quarenta e uns...


Iê...