17 de jun de 2010

:: words ::

recebi. hoje. palavras suas. escritas. caladas há tanto tempo. enferrujadas. empoeiradas. com teias de aranha. seguidas de outras novas frases. dando brilho ao todo das palavras já conhecidas. estarreci. procurei-me depois de ler. não me achei. parecia outra. perplexa. pisando nas nuvens e em pregos. pensamentos embaralhados. sem colocar ordem nas palavras. sem virgulas. ou qualquer pontuação. as letras só gritavam. feito gente surtada. ao mesmo tempo. tinha um vazio enorme sendo preenchido. vulcânico. não sabia decifrar o sentido. bom. mau. ventania brusca em mim. desacreditei das palavras que decorei há tempos. amei. e descobri não serem tão reais. mas o amor é maior que isso tudo. é burro. egocêntrico. fácil. hipnótico. vício sem cura. assim. embriaguei-me desse sentimento borbulhante. fervente. molhado. feito gente em dia de sol e chuva. olhos fechados. sentindo cada gota de água. girei. sonhei. descobri. respostas. sim. ainda quero mergulhar de cabeça no seu eu.

Iê...
google imagens

2 de jun de 2010

:: sem propósito ::




A palavra amor está um pouco descabida aqui no meu mundo. Tantos sopros, tantas vibrações, tantos sorrisos, aconchegos, suspiros quentes, olhares cheios de interesse, de vontade, de fome, abraços ferventes, mas NADA completa o intimo lado do sentimento real. E só sobra a falta, o vazio...

Iê...