30 de nov de 2008

999 Casmurros e eu

Passei no Devaneios de Um Qualquer e vi a seguinte iniciativa: a maior leitura coletiva de Machado de Assis que já existiu. Para participar, é só acessar http://www.milcasmurros.com.br/, escolher um dos trechos do livro e gravar. Dá pra fazer tudo no próprio site. Só precisa de uma webcam e um microfone.

O projeto surgiu para divulgar a minisérie Capitu, baseada no livro Dom Casmurro - Machado de Assis, de 9 a 13 de dezembro na Globo.

Dai que surgiu a minha gravação :



Ou, se não conseguirem visualizar, cliquem em Meu Trecho

Façam também! É bem fácil!

Iê...

26 de nov de 2008

Simples explicação...



.
.
O amor se afoga em mim
Seu silêncio me corrompe
Sua ausência me distrai
Sua insistência me faz sorrir
Coração na boca...










Iê...

25 de nov de 2008

(...)



Preciso voltar
a 1ª Divisão...

.

.

.

.

igual ao meu time!

24 de nov de 2008

Eterno...

Amor eterno traz felicidade
Para sentir sua eternidade
basta vê-lo como verdadeiro, intenso
puro, incondicional...
Todo amor, quando é AMOR,
torna-se ETERNO
pela sua intensidade!

Iê...

19 de nov de 2008

Psiu!!!

Não conta pra ninguém...
Aqui está o que era um segredo e me deu uma vontade louca de contar!
Um dia, a garota sem nome (ela!) acordou com um ânimo enorme e resolveu mudar tudo. Sonhadora como ela só, escreveu no seu Diário: "Vou voar para bem longe, mas também para um lugar bem próximo. Colocar meu melhor sorriso no rosto, fechar meus olhos, suspirar e viver a vida mais feliz que alguém pode ter".
Ela estava disposta a buscar a felicidade onde estivesse. Longe, mas tão perto que pode-se tocar com a pontinha dos dedos...
Ela sempre foi de cultivar sonhos, achar que a própria felicidade dependia das coisas ao redor, de outras pessoas. E lá no caderninho de pensamentos também estava escrito: "Acorda! Você não pode ver que a felicidade está dentro de você? Só depende de você mudar isso".
Depois descreveu como seria sua vida e de olhos fechados imaginou tudo belo e colorido. Viu flores, um aniversário divertido, dias diferentes e cheios de alegria, pessoas boas ao redor, um mundo sem falsidade, sem injustiça, só com amigos e amores verdadeiros. Mas, escreveu ela, "Sonho!". É, eu concordo. Belo demais para ser real!
Porém, como ela mesma escreveu... A vida dela pode não ser tão colorida, sem obstáculos, senão não será uma vida real, mas pode buscar a felicidade com ela mesma, sem se importar com as coisas que acontecem e magoam. É só conseguir não ser invadida muito com essas coisas, não guardar ressentimentos e, como sempre diz a autora deste conto quase feliz, "apertar o Foda-se e seguir em frente". Tudo passa. E, como tudo passa, a felicidade está ai para ser vivida. É só abrir os olhos e tentar abrir a caixinha...
Ai, é só esperar... algum dia vai acontecer! Ou melhor, pode já estar acontecendo!
Psiu, hein!!
Iê...

17 de nov de 2008

Sensações

O coração pede

A razão nega

A saudade implora

A razão nega

O peito explode

A razão nega

Os sentidos brigam

A razão se entrega...
foto: autor desconhecido (pela Iêda! rs)


Sabe o que ela lembrou depois do abraço de despedida? De sensações. Sempre lembra do que sentia cada vez que ele a olhava, do que sentiu desde a primeira vez que o sentiu (com repetição mesmo! Muitas!) colado a ela. Da sensação do primeiro beijo roubado, do primeiro toque. Certa vez, ele disse que lembrava de detalhes até da roupa intima que ela usava na primeira vez deles e assim por diante. Ela era o oposto, lembrava de pele, de quando ele pegou a mão dela pela primeira vez e enroscou seus dedos nos dela e a abraçou pelas costas, de conchinha, como dizem. Lembra do que sente só com seu olhar, com sua voz e de tudo o que sentiu em todas as vezes que fizeram algo pela primeira vez ou mesmo quando fizeram a mesma coisa pela milionésima vez. Sensações boas também em tudo o que aprendeu com ele, a gostar, a experimentar. Tornou-se mais feliz com estas sensações. Mais ousada em tudo, até para enfrentar medos. Nessas horas se sentia tão bem, tão leve. Por algum tempo, sentiu tudo só fechando os olhos e respirando fundo, mas longe, distante de sensações reais.

Ai veio a segunda primeira vez... Tudo aconteceu de forma mais intensa, porque no fundo nunca imaginou que o teria perto novamente. E, sabe o que descobriu? Que ainda tinha as mesmas fantásticas sensações. Ele fez tudo vir à tona. Quando a abraçou, foi como se tivesse passado apenas o intervalo rotineiro dos dias que não se viam e não os meses que se passaram. Quando ele foi embora novamente, sentiu um vazio sufocante, como o de quem tem medo de que essas sensações não voltem. Como se fosse uma despedida mesmo, porque ela não sabia se era....

Mesmo assim, achou que este medo não era ruim, pois fez perceber que tinha que continuar com os pés no chão, da mesma forma que aprendeu naqueles meses. Ela já sabia se levantar diante das sensações ruins. Ou, assim esperava.

Ele sempre a fez sentir-se muito bem em seus braços, ao seu lado, segurando suas mãos com os dedos entrelaçados, com seu rosto encostado no peito dela como que pedindo proteção, com os rostos colados um ao outro... Por tudo isso, ela não tinha medo de ficar perto dele novamente... assim como o medo que ele parecia ter ao lado dela e que o fazia desaparecer e reaparecer do nada.

Assim, ela achou que podia deixar para trás ele e as sensações. Tentou, mas os pensamentos ainda a consumiam. Tudo era muito confuso. E só ficava a pergunta: que amor é esse que constrói, destrói, abandona, mas não abandona? E ainda se tormou enorme e indestrutível dentro do coração dela...


Iê...

15 de nov de 2008

A vida tem dessas coisas... II

"Quando nada acontece...
há um milagre que não estamos vendo" (TM)
Será?

A vida tem dessas coisas... I


"Enquanto algumas pessoas brincam de amar.
Outras viveram e vivem pra você!" (?)

13 de nov de 2008

Ganhei um selinho!!

Olha só que fofo o selo que ganhei da Ana Rosa
do Vida Cotidiana!
Fiquei muito feliz com o presentinho!


Vou repassar para:

A menina da Lua! Simples assim...

Bocadinho de Prosa

Sobre meu velho vício de sonhar

Três blogueiras, estilos diferentes, mas que escrevem muito bem!! Adoro!

Iê...

Minha Manchete na Página em Branco

Eu colocaria na minha página em branco uma notícia mais ligada à sustentabilidade.Como, por exemplo:

Terráqueos se unem e
Planeta volta a ser sustentável

É para rir mesmo, porque seria bem utópico: uma descrição "imaginativa" de uma sociedade ideal, fundamentada em leis justas e em instituições político-econômicas verdadeiramente comprometidas com o bem-estar da coletividade. Estou sonhando alto! Muito alto!

Porém, para começarmos a agir desta forma: Blog do Planeta! Muito bom!

Iê...
obs.: As respostas que recebi também foram ótimas:

A paz foi declarada em todo o mundo,
não esxitem mais guerras
ou desarmonias religiosas,

O MUNDO CHEGOU A SEU EQUILIBRIO

Cientistas encontraram a origem da vida na Terra

Pessoas aprendem a dividir
Hoje, ninguém passa fome
e todo mundo tem um abrigo - até os animais

Pessoas aprendem a ser mais solidárias, menos egoistas


Memes/Quiz

Recebi uma missão da minha mais nova amiga blogueira Ana Rosa, do Vida Cotidiana: responder a dois Memes ou Quiz, como preferirem!

O 1º
A ÚLTIMA PESSOA COM QUEM FALOU HOJE: uma aluna
A ÚLTIMA COISA QUE FALOU:
“boa noite”
O ÚLTIMO PENSAMENTO: "Queria tanto...."
A ÚLTIMA PESSOA QUE SE RECONCILIOU: não sei! rs
A ÚLTIMA PESSOA COM QUEM BRIGOU: eu nunca brigo!
A ÚLTIMA PESSOA QUE FALOU DE DEUS PRA VOCÊ: eu mesma
O ÚLTIMO LUGAR QUE VOCÊ GOSTARIA DE ESTAR: na cama

O ÚLTIMO FILME QUE ASSISTIU: Sherek Terceiro
O ÚLTIMO LIVRO QUE VOCÊ LEU OU ESTÁ LENDO: estou lendo O vendedor de Sonhos – Augusto Cury

O ÚLTIMO PRESENTE QUE GANHOU: um copo de cerveja de um litro e meio (Barómetro da Cerveja)
A ÚLTIMA COISA QUE GOSTARIA DE ESTAR FAZENDO: queria estar realizando um "projeto-sonho de vida" agora
O ÚLTIMO TELEFONEMA FEITO OU ATENDIDO NO SEU CELULAR OU TELEFONE: um amigo

O ÚLTIMO CONSELHO QUE DEU E PRA QUEM DEU: Para mim mesma: “já passou tempo demais, esquece isso!” rs
A ÚLTIMA VEZ QUE CHOROU E PQ: não vou contar isso não!
O QUE FARIA HOJE SE FOSSE SEU ÚLTIMO DIA DE VIDA: Diria - EU AMO VC!


O 2º
Nome: Iêda
Idade: 30 e uns... hahaha
Local de Nascimento: São Paulo/SP
Peso: 48
Altura: 1,58
Apelido de infância: Iedinha, Iê ou apenas I
Qual é a sua maior qualidade? Ser boazinha demais

Pior defeito? Não pedir ajuda
Qual é a característica mais importante em um homem? Fidelidade
E em uma mulher? Independência
Qual é a sua idéia de felicidade? Conseguir realizar algo que estou tentando
E o que seria a maior das tragédias? Não trabalhar
Quem você gostaria de ser se não fosse você mesmo? Uma decoradora famosa
E onde gostaria de viver? Em um lugar com praia. Podia ser Floripa!
Qual é sua cor favorita? Vermelho
E o seu desenho animado favorito? Tom e Jerry
Qual o seu escritor favorito? Não tenho um preferido, gosto de livros, independente do autor
E seus cantores e / ou grupos musicais? Nando Reis
O que te faz feliz instantaneamente? Um certo telefonema
Quais dons você gostaria de possuir? Não sentir tristeza e não deixar ninguém sentir
Tem medo da morte? Sim
Quem é seu personagem de ficção favorito? Não tenho nenhum preferido!
Qual defeito é mais fácil de perdoar? Depende da pessoa, mas os mais difíceis são falsidade, inveja e injustiça
Qual é o lema de sua vida? “Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive, muitas vezes, é o próprio apesar de que nos empurra para a frente.” (Clarice Lispector)
Qual sua maior extravagância? Já comprei algo para meu apê sem perguntar o preço. Explicando: perguntei só depois que havia dito “eu vou levar”! Doidera!
Qual sua viagem preferida? Todas, eu amo viajar!
Se pudesse salvar apenas um objeto de um incêndio, qual seria? Minha caixa de Fotografias e/ou meu computador
Qual é o maior amor de sua vida? Meus pais
Onde e quando foi mais feliz? Cada vez que me sinto em plena felicidade. Não importa onde, a última é sempre a maior!
Qual é sua ocupação favorita? Viajar e pintar
Pensa em ter filhos? Sim
Quantos? Um, no máximo dois!
Um animal de estimação: Gato
Uma atividade física: caminhar e dançar
Esporte: Handbol
Prato que sabe fazer: Picanha
Uma comida que gosta: Japa
Uma invenção tecnológica sem a qual não vive: Celular/Internet
Gasta mais dinheiro com: Roupas
Uma inabilidade: Usar furadeira
O que não faria em nome da vaidade? Cirurgias
Uma mania: Dormir de edredon
Uma saudade: De uma rotina antiga
O primeiro beijo: Foi roubado

Vou repassar para os queridos:
- A menina da Lua. Simples assim...
- De dentro pra fora. Meu lado D’avesso
- Palavras sem fronteiras
- O mundo em palavras

- Blog do Montanha

(Bem, não se sintam na obrigação de responder. Só se gostarem mesmo! rs Bjos)

Iê...



12 de nov de 2008

Página em branco

Esses dias fui almoçar confortavelmente sentada no meu sofá. O grande problema é que liguei a TV e fui ver as notícias do dia. Caracas, mesmo sendo jornalista, deparei-me com tantas notícias indigestas que resolvi colocar num desenho animado. Antes de escolher um programa mais light para saborear minha tão deliciosa comida, troquei para outro telejornal e foi pior ainda; era desgraça demais. Queria uma notícia que me fizesse mais feliz, sorrir mesmo sozinha no meu apê de quem "mora sozinha". Nisso, lembrei de uma frase de um texto maravilhoso de um blog mega explêndido que leio sempre: o Blog da Marla. A frase no texto dela não tem o mesmo sentido que dei aqui, mas vou usar para fazer uma brincadeira com meus leitores (hahaha como se tivesse muitos, né?).



"Eu jamais abri um jornal e li: esta página em branco é pra você escrever como gostaria que fosse o seu dia ou pra dizer como se responsabilizará pelo seu mundo. Ou talvez uma manchete simples: Existe um silêncio no mar que também é paisagem".


Então, diga-me uma coisa:
o que vc escreveria nesta página de jornal?



obs.: amanhã coloco minha resposta!


Iê...

11 de nov de 2008

3ª mostra de Teatro de Rua

A mostra de Teatro de Rua Lino Rojas é uma das realizações do MTR/SPe está em sua 3ª edição. Na programação estão os grupos da cidade de Saão Paulo, Santos, Pirassununga, Presidente Prudente e dos estados de Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro.
Dentro da programação ocorrerá o 4º encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua (RBTR). O evento contará com a presença de articuladores de dezessete estados brasileiros. O objetivo é discutir o teatro de rua em seus aspectos estéticos, técnicos e políticos.


Programação
Vale do Anhangabaú
Terça-Feira - às 11h - TOP! TOP! TOP! - Grupo Ivo 60
(11/11))........ - às 14h - O Salto - Grupo Será o Bendito?!
.......................- às 17h - Viva Malaartes!
..................................... Histórias de um povo de algum lugar
......................................- Núcleo Pavanelli
20h - Debate aberto sobre espetáculos apresentados no centro de pesquisas para teatro de rua Rubens Brito - na rua Ana Cintra, 202


Quarta-Feira - às 11h -Tu Decides 2 - Circo Teatro Ybimarã
(12/11) ..........- às 14h - Esperando na Rodô - Sítio do Jeca - Pirassununga
........................- às 17h - A Brava - Brava Companhia

Quinta-Feira - às 11h -A Folia no Terreiro do Seu Mané Pacaru
(13/11) ........................- Cia Mamulengo da Folia
........................- às 14h - A Dupla de Dois - Circo de Trapo
........................- às 17h - Éh Boi - Grupo de Teatro Kabana
20h - Debate aberto sobre espetáculos apresentados no centro de pesquisas para teatro de rua Rubens Brito - na rua Ana Cintra, 202

Sexta-Feira - às 11h -A Cabra que matou as Cabras - Grupo Nu Escuro
(14/11) ........- às 14h -Café Pequeno da Silava e Psiu - Grupo Off Sina
......................- às 17h - Deus e o Diabo na Terra de Miséria
....................................- Grupo Oigalê

O QUÊ? 4º encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua
ONDE? Galeria Olido - Av. São João 473 - 8º andar
QUANDO? Dia 14/11 - sexta-feira - 19:30 -
abertura do encontro
Dia 15/11 - sábado - das 9 às 12h e das 14 às 18h -
técnicas e estéticas de teatro de rua
Dia 16/11 - domingo - das 9 às 12h e das 14 às 18h -
debate: políticas culturais e plano nacional de cultura

Iê...

10 de nov de 2008

Falsidade

A falsidade é um dos piores lados do ser humano


Certo dia, Maitê deu de cara com um comentário maldoso sobre ela feito num desses locais modernos da Internet: orkut, msn, tagged, blog... bem, uma dessas coisas!

Só pensou que a pessoa não tinha motivo algum para fazer-lhe tantos elogios e sorrir tanto, então, por que fingir? Foi ai que lembrou de uma frase dita por sua bisavó que dizia mais ou menos assim: tenha muito cuidado com quem sempre concorda com você, com quem faz elogios exagerados em horas imprórias; essas pessoas são mais perigosas do que quem discorda às vezes de você.

Bem, a máscara de alguém caiu. Maitê ficou perplexa. Decepcionada. Indignada com sua própria ingenuidade. Triste, lembrou-se que não era a primeira vez. Porém, decidiu que deverá se lembrar disso quando tiver contato com as pessoas, ficar sempre ligada nesse tipo de comportamento para não idealizar algo, para não se assustar ao se deparar com o lado mais vil do ser humano.

Por um momento pensou: não vale a pena ser tão boazinha. Contudo, seu lado bom ficou mais forte e disse: Ignore-as e siga em frente, a sorte é sua.


Iê...

4 de nov de 2008

Dançar é....


...
deixar o corpo
cantar
................sorrir
.........ousar
......................viver
........perder a noção do tempo
..............realizar
....sonhar
enfim...
sentir-se livre
..........para ter sensações míticas

Iê...

artes: by google

2 de nov de 2008

Pensamentos

"Saudades de cenas que nem existiram...
que apenas fizeram parte de uma imaginação
que a todo momento se perdia na ilusão"


"Quero ser eternamente livre
Porém, sempre dependente de você"



"Todos os meus sonhos caminham para um mesmo ideal"





"Isso, quero acordar mais feliz a cada dia"



Ótima semana!!!


Iê...

Entrega do Prêmio Vladimir Herzog

foto: Iêda Santos

Receberam o 4º Prêmio Vladimir Herzog de Novos Talentos do Jornalismo, Renan de Carvalho Gouveia (segundo da esquerda para a direita na foto acima), do Jornal do Ônibus - UNAERP - Ribeirão Preto/SP, Milena Tomazini, Jornal do Barão - Centro Universitário Barão de Mauá - Ribeirão Preto, Wellington Ales da Silva e Ana Paula Herculano Garrido, da Universidade São Judas Tadeu - São Paulo/SP. Abaixo, a professora Iêda Santos e o professor Sergio Sanches com os alunos premiados.

foto: Priscila Ventura

A entrega do Prêmio foi realizada no dia 27 de outubro, no Teatro da Pontifícia Universidade Católica (Tuca), em São Paulo, durante a cerimônia do 30º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, promovido também pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo.


A premiação comemorou 30 anos e marcou os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Durante a cerimônia, homenagens a Clarice Herzog (abaixo, de vermelho), esposa de Herzog, emocionaram jornalistas presentes.

fotos: Iêda Santos

Iê...