31 de jan de 2009

:: "Posso escrever os versos mais tristes..." e os mais alegres também! ::

Surpresas são momentos cheios de adrenalina, principalmente quando ela é uma amizade
As tristes tiram um pedacinho do coração
As carinhosas refrescam a alma, oferecem alegria ao olhar

(O texto foi deletado por questões de privacidade! - Problemas Virtuais)

foto: iêda santos

Isso só me faz lembrar de agradecer ao Papai do Céu por existir Amizade, seja lá de onde ela possa nascer - já tenho até amigos blogueiros.

Agradeço aqui a todas as outras surpresas que tive essa semana e sempre... as mensagens no orkut, no celular, msn ou por e-mail, as palavras ditas ao telefone, aos abraços coletivos dados pessoalmente, aos beijos dados e mandados por outros amigos, aos sorrisos oferecidos, a presença no meu cantinho, enfim, a todo tipo de carinho que recebo sempre de vcs.

Iê...

29 de jan de 2009

:: Maneiro ::

Ganhei um selo bem legal que vem com brinde da Ana Rosa. Para postar o selo tenho que seguir regras.
São elas:
1- Exiba a imagem do selo "Olha Que Blog Maneiro" Que vc acabou de ganhar!!!
2 - Poste o link do blog que te indicou.(muito importante!!!)
3 - Indique 10 blogs de sua preferência.
4 - Avise seus indicados.
5 - Publique as regras.
6 - Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.
7 - Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação. Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B.Vamos lá:

1-

2-Ganhei do:
Vida Cotidiana

3- And the oscar goes to:

Não sei Voar de pés no chão

Conversa de Mesa de Bar

Mundo Mesquita

O mundo em Palavras

Porto Matrone

A Menina da Lua! Simples Assim!

Blog do Montanha

Palavras sem Fonteiras

A Vida Em Jogo

Bocadinho de Prosa



4- Serão todos devidamente avisados

5- As regras foram publicadas.

6 - Dessa vez vou conferir, hein!!! rs

7- vou escolher uma e envio logo mais!!

Iê...

28 de jan de 2009

:: Pra não deixar mais o dia passar em branco ::



(video que vi no Hoje Vou Assim e achei mega maravilhoso, trouxe aqui para vcs conhecerem)

Iê...

24 de jan de 2009

:: Fim de semana de festa! ::


Para mim e para São Paulo!


São Paulo. Minha Cidade. Iêda. Meu nome. Nasci dia 25 de janeiro. Há trinta e poucos anos (não tão poucos agora!). Dia do aniversário da minha cidade.
A cidade de São Paulo é linda e feia ao mesmo tempo. Tem prédios gigantescos e esplendorosos. Mas também tem favelas. Tem caos, trânsito, poluição. Tem loucuras e muita bagunça. Mas muita organização também. No mundo paulistano existe gente pobre, muito pobre, e gente rica, podre de rica. Há também muita cultura, gastronomia variada, comerciantes de variedades inimagináveis.
Uma cidade completa, mas que ainda deve muita coisa a seus moradores. Sonho de muitos brasileiros e pesadelo de outros. Dizem que é cinzenta. Bobagem. Seus moradores vibram em cores.
Por tudo isso, a regra aqui é “Ame-a ou Deixe-a”. Eu a amo!
A cidade de dentro mim é linda e feia ao mesmo tempo. Tem amor, afeto e espaço para muita gente, amizade e um sorriso interminável. Mas também tem preguiça, falta, saudades, memória fraca, ingenuidade. Porém, foi feita e é feita a cada dia de demonstrações de amor de todos ao seu redor. Ama sentir saudades, em sonhar de olhos abertos e fechados, em acreditar seja lá no que for – desde que traga um lado bom!. É capaz de dormir doze horas seguidas, ao contrário de São Paulo que nunca dorme, mas pode acordar elétrica, falar e gargalhar por horas. Odeia terminantemente algumas coisas, tem preconceitos, mas sabe sorrir para o diferente e odiado por outros. Sua gastronomia poderia se resumir em batata frita, chocolate e coca cola. Enfim, não é um completo Favo de Mel como significa seu nome, mas sabe ser doce e tornar-se amarga quando necessário.
Por tudo isso, a regra aqui é “Ame-a ou Deixa-a”. Eu a amo!

Então, Feliz Aniversário (para nós, né, São Paulo?!)


25/01/09!
Dia de Inauguração de número novo na idade
e de blog novo!

Grande dia! Dia de festa nos meus números vividos. Dia de somar mais um nos meus trinta e uns, quase virando trinta e muitos! A cada ano sinto uma ruga a menos nos meus pensamentos e medos; um sorriso a mais na minha vida. Dia de olhar o passado como mais um grande salto dado sobre as pedras no caminho. Dia de olhar o futuro dançando como uma infinita felicidade.

Dia de começar a tecer também meu outro lado.

logo feito por mim com ajuda da querida amiga ex aluna Camila Sarli

Iê...

23 de jan de 2009

:: Flores de Dentro ::

foto: Iêda Santos
Li meu quarto livro e não foi o Crepúsculo como disse no post anterior (mas já comecei!). Foi o livro de uma blogueira/escritora que amo de paixão: Flores de Dentro, de Marla Queiroz, do blog TransFLORmarla.
Achei o blog dela há mais de um ano quando estava muito triste por um motivo que não vale a pena lembrar e ao mesmo tempo muito feliz porque estava vendo coisas de decoração para meu apê - pouco antes de ir morar sozinha. Então estava passeando pela net, vendo lindos adesivos de parede no MUKIFUchic quando dei de cara com o link da Marla. Passei lá por curiosidade e esqueci da decoração; fiquei horas lendo e achando que era tudo que eu queria ter dito a alguém! rs
Bem, um livro de poemas lindos, com uma influência extraordinária de Clarice Lispector (que segundo Amanda Proetti do Não Sei Voar de pés no Chão, talvez seja isso o que fez nos identificar tanto com as palavras da Marla - porque amamos Clarice!).
O livro veio lá do Rio de Janeiro até mim (e outro até a Amanda) na terça-feira (com uma dedicatória doce e forte) e eu o devorei em menos de 24 horas - dormi logo depois de ler e sonhei com minhas Flores de Dentro, acordei e continuei lá na cama tomando palavras!! Vale a pena conhecer o blog inteirinho e o livro também por completo.

Flor de ir embora

Ah, meu amor,
as coisas são como são
Eu estava embriagada da chuva,
úmida de saudade
e você não veio.
Macerei aquelas flores que você me deu,
fiz o Banho do esquecimento
e joguei no corpo
"do pescoço pra baixo"

Porque temos jeitos diferentes
de estragar as coisas....

( Marla Queiroz)

Iê...

21 de jan de 2009

:: Gentileza ::

"Você já mudou de atitude com alguém pelo simples fato desta pessoa insistir em ser gentil com você? Sorriso no rosto espanta mau humor, atrai amigos e leva sensação de bem estar. Marisa Monte, em sua música Gentileza, relata que as palavras de um poeta que escrevia no muro foram pintadas de cinza, o que a entristeceu, pois neste mundo, cada vez mais apressado, quase não temos tempo para ler coisas brandas e delicadas e não sabemos aproveitar as gentilezas da vida. Ser gentil é passar suavidade a esta vida tão desgastada pela falta de tempo e de afeto". Christiane Frazão (agenda/livro da Tribo)



Aproveitando... Uma coisa que eu acho ótimo fazer e exercita a gentileza, a entender as pessoas, a aceitar as diferenças existentes entre os seres humanos é ler... Por isso, vou participar de um desafio apresentado pala Ana Rosa, do Vida Cotidiana. O objetivo é ler 50 livros em 2009. A Ana encontrou o desafio no blog Lector in Fabula - O mundo dos Leitores.



Bem, como escrevi nos comentários do Vida Cotidiana, sempre escrevo na minha agenda o nome dos livros que li durante o ano e no fim confiro quantos eu li! Sempre ficava me achando uma super leitora, mas consegui ler no máximo 23! E todo ano ficava por ai 20, 21... mas li apenas 15 em 2008!! Não sei se chegarei aos 50 livros, mas vou tentar. Tentar sem muito esforço, vou ler da mesma forma de sempre, mas começar um atrás do outro, sem dias de folga às minhas leituras. Vou linkar os livros lidos por mim este ano ao lado, no Magazine Literário, com a indicação (2009). Sendo pessimista, acho que só conseguirei chegar ao meu próprio recorde, mas não custa tentar! Bem, começo hoje o 4º livro do ano, Crepúsculo, e o 5º, Lua Nova (os dois de Sthephenie Meyer), já está na minha prateleira esperando...

E para vc, o que mais exercita a gentileza?

Iê...

20 de jan de 2009

:: Calvin – Venha ver! ::

Personagem: Calvin
Autor: Bill Watterson

Calvin, personagem de história em quadrinhos, criado por Bill Watterson, apresentado, entre outras formas, em tiras publicadas diariamente pelo jornal “O Estado de São Paulo”, revela-se bastante cativante e atual.

A trama gira em torno do cotidiano de uma família bem encaixada nos moldes atuais – a propósito, modelo imposto pelos meios de comunicação -, engloba personagens como o pai, a mãe, a baby sitter Rosalyn, um garotinho e uma garotinha (colegas de escola), o tigre de pelúcia Haroldo e o destacado Calvin.

Destinado a apontar sutilmente a conflitiva realidade social, Calvin, filho único, garotinho de seis anos de idade, bastante hábil, apronta incríveis diabruras, está sempre em pé de guerracom suas tarefas diárias, como escola, banho, acordar cedo, arrumar o quarto etc e chega a conclusões mirabolantes acerca de si próprio e de tudo ao seu redor, que o autor expõe claramente ou simplesmente insinua.

É frequentemente acompanhado de seu incomparável amigo Haroldo, qua assume vida própria às custas da imaginação de Calvin, funcionando como grande amigo, palpiteiro, conselheiro e ainda opinando e explicando coisas em diversas oportunidades – sendo possivelmente a prórpia consciência de Calvin e, portanto, tão importante quanto o protagonista.

O leitor é pego de improviso com suas idéias extravagantes, pois adora entreter-se com coisas impossíveis e perigosas (fios de extensão, serra elétrica etc) ou brincadeiras intrigantes (usar a garagem como clube, atendente de “opiniões sinceras” entre outras). Calvin chegainclusive a questionar a espécie humana, as atitudes de seus pais, a escola, a televisão e outros assuntos diversificados.

Seus paisassumem posturas contraditórias diante de suas perguntas científicas. Sua mãe tenta responder corretamente, enquanto seu pai nunca mostra a realidade das coisas e ainda sugerindo falta de raciocínio lógico da companheira.

Para que possam se distrair, contratam a baby sitter Rosalyn e mesmo assim não conseguem sossego, pois Calvin liberta suas brincadeiras destruidoras, piores do que as que deixam sua mãe maluca, de modo que, consequentemente, surge uma delicada antipatia mútua. Ou seja, o autor focaliza a tragicomédia das soluções da vida familiar moderna.

Em sua vida escolar, não menos conturbada, mostra-se com espirituosa destreza mental (intelectual incompreendido!!) ou repugnado pelos colegas, agoniando sua profesora.

Na verdade, seu relacionamento social é muito deficiente, o que faz concluir que é um gênio, ou seja, uma criança prodígio sofrendo pela incompreensão. Em consequência, brinca quase sempre sozinho, junto com Haroldo, além, é claro, de sua dependência à TV e aos aparelhos eletrônicos utilizados diariamente.

Os quadrinhos deixam claro, inclusive, as influências recebidas pela programação de TV, o que leva ao consumismo desmedido. Como, por exemplo, em uma tira do cereal matinal cuja composição não é nada aconselhável, mas que oferece prêmios, ou quando cria seu próprio super herói, “o homem-estupendo”, campeão da liberdade, que voa, é contrário à tirania e que tem a força de um milhão de homens.

Finalizando, Calvin consegue, em tiras, manipular sutilmente os leitores, que, cativados, nem mesmo percebem; e ainda se divertem em doses diárias, como qualquer outro personagem... porém, de forma explêndida!!





Iê...

Fonte: Análise de um personagem. Trabalho feito durante o 1º ano de faculdade – Curso de Comunicação Social /Jornalismo - (1995!!! – é, percebi o quanto tô velhinha e no próximo domingo maissss ainda!! hahaha Grazie a Dio!!) para a disciplina de História da Comunicação

15 de jan de 2009

:: Palavras para ver! ::
















fotos: by google
Iê...

13 de jan de 2009

:: Nada Consta ::

nada consta nesse dia
24 horas
e
nada consta
teve sol
dia lindo
tarde divina
noite explêndida
estrelas no céu azul turquesa
porém,
o telefone mudo
a caixa de e-mail vazia
o sms sem palavras
a campainha silenciosa
nada consta
mas, acredite,
o coração ainda pulsa de alegria

Iê...

(texto feito em um domingo qualquer de 2008, depois de um sábado não tão qualquer assim)

12 de jan de 2009

:: Música para o Indestrutível ::

Nada melhor que uma música para acompanhar um amor -
All Mine - Portishead



Tradução Uol Música:
Todas as estrelas podem brilhar
Todas as nuvens podem ser brancas
Mas quando você sorri
Ah como eu me sinto bem
Tão bem que mal posso esperar
pra abraçar você
apertar você
Nunca o bastante
Entregue seu coração a mim
Todo meu,você tem que ser
Daquela nuvem, numero nove
O perigo começa a ficar maior
E como são tristes tais pesares
Ah como aqueles céus estrelados
Assim que caem rapidamente
Não se engane,você não vai escapar
Amarrado e preso
Não tem como se esconder de mim
Todo meu,você tem que ser
Então não resista
Nós existiremos
Até o dia
Até o dia que eu morrer
Todo meu
Você tem que ser

Iê...

:: Indestrutível ::

foto: liliart


Foram tomados por uma felicidade imensa. Dessas que brotam como se fossem fogos de artifício coloridos na mente. Explosão de alegria multicolorida. No meio de uma multidão, reconheceram-se. Coração na boca. Não disseram nada. Os olhares de ambos se corresponderam, mostraram o caminho. Se afastaram de todos. Chegaram perto um do outro. Silêncio. Entre eles e no resto do mundo. Tão próximos que pareciam um só corpo. E eram. Como o mito das almas gêmeas, nasceram um para o outro. Só bruxas de contos de fada o afastariam. E, como não acreditavam nessa existência, amaram-se. Eternamente. Amor Indestrutível.


Iê...

9 de jan de 2009

:: Andanças de um All Star Vermelho ::

Passa
Anda
Caminha
Dirige
Pedala
Corre
Deixa rastros
Traz lembranças
Dá notícias
Mostra o belo
o interessante
o cultural
o engraçado
Vê com os olhos
de um andante
interessado em contar
o que observa ou
o que lhe contam

Andanças de um All Star Vermelho
Em busca de Cultura, Diversão e Aventura

Este é meu novo blog. Minha outra Vida.
Nele serão feitos apenas posts de passeios, viagens e assim por diante.
Ele terá um cantinho do leitor, onde aceitarei textos falando de algo de sua cidade ou de alguma viagem, e um tipo de Meme Mensal, onde alguém conta sua visão da cidade que mora, os pontos mais legais e tal apenas respondendo questões do blog.

Ainda está em construção, mas semana que vem estará a todo vapor passeando por ai!!


Iê...

8 de jan de 2009

:: Verão ::

Sol. Praia. Piscina. Sorvete. Água. Suco Gelado. Picolé. Andar Descalça. Cabelos Presos. Água de Coco. Salada. Vento Fresco. Areia. Deitar na Rede. Sombra. Guarda Sol. Férias. Fim de Semana. Cerveja. Caipirinha. Horário de Verão. Beijo na Boca. Gargalhadas. Óculos Escuro. Bíquini. Sunga. Vestido. Pôr do Sol.


Viver é muito bom, mas saber viver é melhor ainda!



Iê...

7 de jan de 2009

:: Dúvida da menina sem nome ::

No fim do ano passado, a menina sem nome acordou achando que havia desperdiçado anos de sua vida com algo que brilhava aos seus olhos. Então, com uma dor profunda que dilacerava seu coração, resolveu aprender a se desprender de algumas coisas, em especial de algo que a fazia ficar cega diante de qualquer acontecimento, tanto era seu brilho. Esta coisa reluzente que tanto queria fugir, muitas vezes a tinha deixado transbordante de alegria, mas também foi o que mais a fez chorar no último ano. Choro de ausência, de falta. O objeto reluzente havia cativado e a deixado guardada, como se ela fosse o objeto. Surgia na sua frente de vez em quando e a fazia delirar de felicidade. Em silêncio, ela fechava os olhos e sentia a felicidade tomar conta dela.
Mas acordou com um BASTA!! na mente e resolvida a ter Vida Nova. Porém, percebeu que se desprender de coisas é tão péssimo e difícil quanto tentar se livrar de algum vício que destrói a saúde. E essa relação dela com a coisa reluzente também era um vício. Percebeu só nesse momento. Só de pensar em como se desprender, já tinha crises de abstinência. Já havia se acostumado à idéia de ter o objeto só de vez em quando, mas pensar em não ter nunca mais, por vontade própria, começou a doer mais. A felicidade está ali a um metro dela, estendendo a mão, mas ela insiste em ficar em dúvida. Se desprender do que cativa, faz feliz momentaneamente e triste muitas vezes ou viver livre e aprender a ser feliz todo dia? O melhor, sua razão mostrava o que era. O coração e a mente a prendiam em algo que ela não aguentava mais sentir. E a dúvida entrou com ela no novo ano: como usar a força de vontade para aprender o desapego?


Iê...

6 de jan de 2009

:: Início ::

Primeira semana do ano. Recesso/Férias. Verão. Sem sol, mas verão! Acho que o Sol também está de recesso! O bom na falta de sol é acordar tarde, mas ai o dia fica curto e a preguiça aumenta. Lá vem a sensação de quem não fez nada últil e não aproveitou as horas livres de preocupação, estresse, compromissos sérios, chatices, burocracias etc. Mas o bom de tudo isso, que não tem preço, é poder ficar de pernas para o ar numa rede, no sofá ou na cama mesmo, lendo um bom livro, dormindo, assistindo filmes, jogando papo fora no msn, no skype, ao telefone ou pessoalmente mesmo. E ficar sob o sol (quando ele permite!) só "vegetando" e pegando uma cor saudável!
Andar pela Paulista, tomar sorvete, comer baboseiras, visitar exposições, livrarias, falar de coisas culturais ou fúteis também, porque, como disse uma vez para um amigo, faz bem de vez em quando/raramente pois distrai e nos faz rir e perceber que mandamos as preocupações às favas.
Mas o início do ano, que muitos confundem com o início de uma nova vida (ou é a esperança que o clima nos traz que dá esta expectativa de que tudo pode mudar de repente e de forma sempre melhor), também traz dívidas - IPVA, IPTU... nhanca -, traz mais sorrisos, mais companheirismo, mais cor, já que os dias ficam mais quentes e alegres (excessões aos dias que o sol tira recesso), traz mais um número na minha idade (caracas, isso só aumenta! hahaha Ainda bem, mas que inicialmente assusta, assusta!) e no da minha cidade que muitos chamam de cinzenta, mas que tem seu lado lindo, lindo.
O que quero dizer é que independente do otimismo que aflora em nossas mentes, de estar um pouco mais livre de excesso de trabalho (alguns, é claro!), esse início é bom para cumprir metas e não apenas deixá-las grudadas nos papéis ou caderninhos que anotamos no último dia do ano passado. Então, o importante é correr atrás de verdade de tudo o que se quer, não esperar que algo aconteça, senão, daqui a pouco, chega outro natal e de novo vem a sensação que se perdeu dias e que se passou muito tempo só esperando acontecimentos, realizações... Porque nada acontece por acaso, só se formos atrás, ai o acaso até ajuda, mas sozinho ele não faz nada!

Iê...

Para começar o ano

Que você tenha tranquilidade para viver, que o dinheiro venha como resposta saudável do trabalho que o faz acordar cedo todos os dias, que suas apostas não sejam no outro mas em você mesmo, que sua felicidade dependa do que você fizer e não do que fizerem com você, que domingos sejam mais que churrascos gordurosos, que milagres aconteçam quando você pedir com fé, que ninguém mude sua vida sem que você consinta, que seus vizinhos gostem de boa música. E, acima de tudo, que você seja muito feliz com a futura pessoa na qual está se transformando. Lou Bertoni (Livro da Tribo)