8 de jul de 2009

:: ? ::

Tristeza vem também do que te faz feliz, do que te faz acordar todo dia com os olhos brilhando, do sorriso que faz seu coração disparar insistentemente, do abraço mais aconchegante existente na face da Terra, do carinho que te faz dormir em sonhos regados a estrelas borbulhantes, da interrogação do por quê ainda insiste em guardar um gostar que só esmaga o coração, do que faz lembrar que é necessário esquecer. Mas, para esquecer, é preciso lembrar; e é relembrado que um gostar infinito não morre.
Então, se a felicidade não vem assim de surpresa, o indicado é correr atrás dela!
Iê...

3 comentários:

vida cotidiana disse...

Correr trás da felicidade sempre, o que seria da vida se não fizessemos isso o tempo todo. Temos o direito de ser feliz... vamos lógico atrás. bjs

Andreia disse...

Passamos a maior parte da vida atrás deste sentimento que nos faz crer que viver vale a pena. Não é paupável apenas sentido por dados momentos daqueles que tem a sensibilidade e o reconhecimento dos verdadeiros motivos e sentidos que fazem da felicidade não a nossa razão de viver, mas razão pela qual a vida faz sentido!
Adorei! Beijinhos meu anjo!!!

Sandra disse...

Amiga!
quanto tempo, mas sempre é tempo. estou aqui.
seu texto é muito lindo. concordo com a Andreia.
A verdadeira felicidade é a nossa verdadeira razão de existir.
Com carinho
sandra