12 de jan de 2009

:: Indestrutível ::

foto: liliart


Foram tomados por uma felicidade imensa. Dessas que brotam como se fossem fogos de artifício coloridos na mente. Explosão de alegria multicolorida. No meio de uma multidão, reconheceram-se. Coração na boca. Não disseram nada. Os olhares de ambos se corresponderam, mostraram o caminho. Se afastaram de todos. Chegaram perto um do outro. Silêncio. Entre eles e no resto do mundo. Tão próximos que pareciam um só corpo. E eram. Como o mito das almas gêmeas, nasceram um para o outro. Só bruxas de contos de fada o afastariam. E, como não acreditavam nessa existência, amaram-se. Eternamente. Amor Indestrutível.


Iê...

4 comentários:

Michelle Ribeiro disse...

Mas, até onde eu sei, nem as bruxas dos contos de fada consegiram destruir o amor verdadeiro...

beijos

vida cotidiana disse...

Quem consegue separar? Amor verdadeiro... claro que ninguém...ninguém, bjs

Michelle Ribeiro disse...

Iedinha....finalmente tenho um logo..passa de lá pra ver...beijooo

Amanda Proetti disse...

Eu quero!!!