27 de mai de 2009

:: Fragmentada ::


Durmo... até meu corpo reclamar do repouso
Acordo... com preguiça
Falo... "pelos cotovelos"
Danço... sem ver ninguém ao redor
Escrevo... como se conversasse com alguém
Leio... como se me alimentasse de palavras
Como.... sem pensar em calorias e colesterol
Brinco... como se não tivesse somado 365 dias tantas vezes nos meus anos vividos
Sorrio... mesmo quando triste
Sonho... como se já tivesse realizado
Canto... só para mim (sorte dos ouvidos alheios!rs)
Ando... de tênis, de salto, descalça, de meias, de chinelo; enfim, dependendo do humor dos meus pés e corpo
Me visto... para elevar meu ânimo
Silencio... para me ouvir
Choro... só para mim
Grito... comigo mesma
Adormeço... em meio a pensamentos borbulhantes
Corro... desenfreadamente (sei lá do quê)
Busco... realização em tudo sempre
Trabalho... até nas horas vagas
Tropeço... nos meus quereres
E nessa confusão toda de mim mesma, vivo. Entre trancos e barrancos. Entre nuvens e estrelas. Entre sorrisos e lágrimas. Entre amores e desamores... Mas vivo. E "viver é sempre a última consequência", mesmo que fragamentada.

Iê...

3 comentários:

Dri Viaro disse...

Vim conhecer seu blog, e desejar boa tarde
bjs

aguardo sua visita :)

Carolina disse...

Ando acordando com muita preguiça. Acho que é fuga pra algum lugar quentinha...
bjos meus

Filomenas disse...

Eu também não gosto muito de Memes não...mas tem uns que são bem legais...

Beijos